fbpx

Pela liberdade e voto auditável, população enche ruas do Brasil

População brasileira faz carreata pela liberdade, pelo voto impresso e auditável e em apoio ao presidente Jair Bolsonaro em várias capitais do Brasil

Manifestações pela liberdade, pelo voto impresso e em apoio ao Presidente Jair Messias Bolsonaro foram realizadas hoje, dia 01/5 de 2021 em várias capitais do país.

Os participantes exibiam faixas contra o comunismo, e em favor da democracia e da liberdade.  O voto impresso e a garantia das liberdades individuais foram as principais pautas defendidas por apoiadores do presidente da República.

O Presidente sobrevoou o ato em Brasília

Por volta das 11 horas, o presidente saiu do Palácio da Alvorada, ele seguiu em direção ao local da manifestação e foi reconhecido pelos apoiadores, que acenaram ao helicóptero e gritaram “Bolsomito”. Às  11h40, o presidente retornou para sua residência oficial.

Em São Paulo

O ato começou em São Paulo no início da tarde, os manifestantes se concentraram na Avenida Paulista, com bandeiras e faixas em apoio ao presidente.

Um carro de som trazia uma grande faixa pedindo a reabertura do comércio durante a pandemia do coronavírus.

Carla Zambelli (PSL) e Roberto Jefferson (PTB) discursaram no veículo e os manifestantes ocuparam 4 quarteirões, da Alameda Campinas até a Alameda Ministro Rocha Azevedo. Grande parte do público que marcou presença nos atos de hoje estava utilizando máscara.  

Belo Horizonte e Região Metropolitna

O protesto também foi realizado em Belo Horizonte e região metropolitana, onde os manifestantes  realizaram um ato na área central, que começou na praça Tiradentes às 10h e seguiu para a praça Sete, ocupando a pista Afonso Pena.

Os manifestantes carregavam faixas de apoio ao Presidente, e bandeiras do Brasil com os dizeres ‘Eu, autorizo presidente’, em referência à fala do chefe do Executivo.

O vereador Nikolas Ferreira (PRTB) e o deputado estadual Bruno Egler (PRTB), também marcaram presença no local.

Outras capitais do Brasil

As mobilizações foram realizadas em várias outras capitais do Brasil. Por todo o país, os manifestantes criticam o desrespeito à constituição no STF, pedem o voto impresso e auditável e o respeito às liberdades individuais e coletivas.