sexta-feira, junho 21, 2024
Ministério da Defesa tem provas de FRAUDE NAS URNAS? Relatório será enviado ao TSE; saiba quando
News

Ministério da Defesa tem provas de FRAUDE NAS URNAS? Relatório será enviado ao TSE; saiba quando

Getting your Trinity Audio player ready...

Ministério da Defesa vai apresentar relatório com auditoria das Eleições nesta semana; apoiadores apontam relatório de fraude no segundo turno

O Ministério da Defesa, apresentará um relatório sobre o resultado das Eleições 2022 ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quarta-feira (9). 

O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira pelo Twitter do Ministério. A mensagem original foi publicada no Telegram.

“O Ministério da Defesa informa que, no próximo dia 9 de novembro, quarta-feira, será encaminhado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o relatório do trabalho de fiscalização do sistema eletrônico de votação, realizado pela equipe de técnicos militares das Forças Armadas”, diz a nota.

Ministério da Defesa tem provas de FRAUDE NAS URNAS? Relatório será enviado ao TSE; saiba quando
Em nota, Ministério da Defesa diz que divulgará relatório sobre Eleições 2022 - Reprodução/Ministério da Defesa

O relatório apresentará uma auditoria independente feita pelas Forças Armadas desde o primeiro turno das eleições. Cobrada pelo presidente do TSE, Alexandre de Moraes, a pasta se negou a liberar o resultado da apuração antes do segundo turno.

“A emissão de um relatório parcial, baseado em fragmentos de informação” poderia “resultar-se inconsistente com as conclusões finais”, afirmou o Ministério, apontando que só divulgaria o resultado após o segundo turno.

Os militares foram convidados pelo então presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, para integrar a Comissão de Transparência das Eleições, criada em setembro de 2021. Além de integrantes das Forças Armadas e de representantes da Corte Eleitoral, participaram do grupo especialistas em tecnologia da informação e membros da sociedade civil.

De acordo com o site Poder360 no documento, os encarregados pela fiscalização apontarão inconsistências no processo eleitoral e sugestões para futuros pleitos. Devem ainda dizer que não receberam total abertura do TSE para a implantação de mudanças práticas. O documento, porém, não deverá ser conclusivo nem peremptório sobre a validade do pleito deste ano.

  • 21.out – CGU manda sugestões de melhorias sobre biometria;
  • 22.out – Defesa envia 3 sugestões para serem aplicadas pelo TSE;
  • 24.out – área técnica do TSE não acata sugestões dos militares;
  • 25.out – Moraes encaminha negativa da área técnica à Defesa.
Compartilhar isto:

portalentorno

    O seu portal de notícias e entretenimento! Não utilizamos leis de incentivo ou qualquer forma de financiamento com dinheiro público. Para informar qualquer erro ou sugestões para o nosso portal, por favor entre em contato conosco através do email portalentornodf@gmail.com