fbpx

Tecnologia aumenta produtividade da safra agrícola

Investimento em tecnologia aumenta produtividade da safra agrícola

Com o crescimento do uso de tecnologia no campo, aliado a pesquisas de melhoria genética, o Brasil tem conquistado aumento das safras de grãos sem que a área da colheita acompanhasse o mesmo ritmo de crescimento. Um exemplo é a soja, cujo volume de produção mais que dobrou, crescendo 123% entre 2006 e 2017, enquanto sua área de colheita aumentou 72%. Nesse período, passou-se a produzir 3,4 toneladas de soja por hectare, quase 30% a mais que em 2006. Os dados são do Censo Agropecuário, divulgado pelo IBGE em outubro (25).

Contudo a tecnologia tem sido apenas um dos aliados nesse processo de safras recordes no país, vamos entender as principais bases para um crescimento da produção agrícola de forma sustentável:

1. Investimento em  tecnologia para monitoramento

Existem duas formas para seguir na operação agrícola: produzir mais ou gastar menos. Ambos utilizarão da tecnologia como caminho para serem efetivos. Nenhuma tecnologia, por mais inovadora que seja, será eficiente se não ajudar no aumento da produtividade ou na redução de custos.

Além disso, a tecnologia ideal aumenta a eficiência e a competitividade, como é o caso da agricultura de precisão. O uso de mapas de produtividade e taxas variáveis, as melhorias são notáveis. A produção das fazendas tornou-se mais uniforme, o que acaba possibilitando mais investimento em agricultura de precisão.

A tecnologia de precisão possibilita que as operações de controle de pragas seja mais eficiente no uso de mão de obra e do maquinário graças a uma aplicação localizada em parte dos hectares, e o meio ambiente é beneficiado significativamente.

2. Organizar a gestão

Organizar a gestão da fazenda é fundamental para prever riscos e atuar na hora certa em que o problema aparecer. É importante ter um banco de dados que contemple todo o planejamento da safra, desde uso de fitossanitários até o controle de maquinário.

3. Capacitar pessoas

Nenhuma etapa de monitoramento ou uma gestão de qualidade será possível sem pessoas capacitadas. É necessário o incentivo e participação em programas voltados para a capacitação dos colaboradores. Alfabetizar, capacitar e treinar são atividades facilitadas com o uso da internet. Programas como o SENAR – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, possibilitam o acesso a informação atual ao desenvolvimento do agronegócio.

Com uma equipe capacitada e apta ao man

useio de novas tecnologia, aparecem os resultados financeiros, qualidade da operação e oportunidade de crescimento profissional dentro da empresa – o que motiva ainda mais o colaborador.

Portanto, o investimento em inovações (e também em pessoas) é o caminho certo para  chegar com sucesso à agricultura do futuro, produzindo mais e gastando menos.

O Governo Federal investiu em 2020 R$ 236,3 bilhões no setor do agronegócio, fique atento, organize sua escrituração e não perca a oportunidade de participar do Plano Safra 2021

Gostou das nossas publicações? Então, siga nossas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram Telegram