Valparaiso de Goiás registra primeiro caso suspeito de Varíola dos Macacos (Monkeypox)

Valparaiso registra primeiro caso suspeito de varíola dos macacos (Monkeypox).

Ao todo já são 16 casos suspeitos em Goiás, 12 em Goiânia, 01 em Itaberaí, 01 em Trindade, 01 em Formosa, e 01 em Valparaiso de Goiás.

A Secretaria de Saúde do Estado de Goiás, notificou ontem 22/06, sexta-feira, o primeiro caso de suspeita de Varíola dos Macacos no Entorno de Brasília, na Cidade de Valparaiso de Goiás.

Já são mais de 15800 casos confirmados em todo o mundo, desses, 607 são no Brasil.

Confira o relatório oficial emitido pela Secretaria de Saúde do Estado de Goias.

Valparaiso de Goiás registra primeiro caso suspeito de Varíola dos Macacos (Monkeypox)

Temos também 12 casos confirmados no Estado de Goiás, 02 em Aparecida, 09 em Goiânia e 01 em inuumas. Todos os casos confirmados de varíola dos macacos (monkeypox) foram de homens entre 26 e 43 anos.

OMS DECLAROU HOJE, MONKEYPOX COMO UMA EMERGÊNCIA DE SAÚDE DE PREOCUPAÇÃO INTERNACIONAL

A Organização Mundial da Saúde emitiu este sábado (23/07) o nível mais elevado de alerta para tentar conter o surto de Monkeypox, que afetou quase 17 mil pessoas em 74 países, anunciou o diretor-geral da organização.

Em conferência de imprensa, Tedros Adhanom Ghebreyesus especificou que o risco é, nesta altura, mais elevado na Europa do que no resto do mundo.

A designação de “Emergência de Saúde Pública de Preocupação Internacional” por parte da OMS tem por objetivo fazer soar os alarmes sobre a necessidade de uma resposta internacional coordenada a uma doença ou surto, alertando para a necessidade de financiamento e esforços globais na partilha de vacinas e tratamentos.

"Temos um surto que se está a espalhar rapidamente à volta do mundo sobre o qual sabemos muito pouco", assumiu o diretor-geral da OMS.

Foto: OMS / Centro de Controle de Doenças da Nigéria / Divulgação / CP
Foto: OMS / Centro de Controle de Doenças da Nigéria / Divulgação / CP

Segundo a DGS, uma pessoa que esteja doente deixa de estar infecciosa apenas após a cura completa e a queda de crostas das lesões dermatológicas, período que poderá, eventualmente, ultrapassar quatro semanas.

Os sintomas mais comuns da doença são febre, dor de cabeça intensa, dores musculares, dor nas costas, cansaço, aumento dos gânglios linfáticos com o aparecimento progressivo de erupções que atingem a pele e as mucosas.

Você pode obter mais informações sobre a varíola dos macacos (Monkeypox) no site da Organização Mundial de Saúde (OMS) na área de perguntas frequentes sobre Monkeypox, neste link. (https://www.who.int/news-room/questions-and-answers/item/monkeypox)

Outros artigos sobre a doença também podem ser obtidas na página oficial : https://www.who.int/emergencies/situations/monkeypox-oubreak-2022

Compartilhar isto:

portalentorno

    O seu portal de notícias e entretenimento! Não utilizamos leis de incentivo ou qualquer forma de financiamento com dinheiro público. Para informar qualquer erro ou sugestões para o nosso portal, por favor entre em contato conosco através do email [email protected]