Foto: Divulgação

Brasil tem seis meses com recorde de temperatura

Getting your Trinity Audio player ready...

Brasil tem quebrado recorde de temperatura, com novas tecnologias além de reduzir os impactos da construção civil na natureza, especialistas e apresentam os benefícios das construções sustentáveis para os seus moradores durante períodos de calor

Com novembro quebrando recorde de temperatura, o ano acumula seis meses consecutivos com altas ondas de calor — sendo um mês mais quente que o outro. Segundo cientistas do observatório europeu Copernicus, 2023 se tornou o ano mais quente registrado na história do planeta.

O primeiro recorde foi registrado em junho, sendo o mês de junho mais quente da história. O mesmo marco foi superado nos meses seguintes: julho, agosto, setembro, outubro e, por fim, novembro. Um dos recordes mais preocupantes foi durante o mês de julho, que pode ser considerado o mês mais quente em 120 mil anos.

A chegada do verão também preocupa, visto que estamos em ano de El Niño. O fenômeno climático prevê um janeiro mais quente e muito chuvoso. A temperatura também deve aumentar nas madrugadas, com noites mais quentes, principalmente na região central do país. 

Diante deste cenário, aumenta a preocupação com o desconforto térmico no interior das moradias, visto que soluções como o uso de ventiladores e ar-condicionados podem aumentar expressivamente as contas de luz, que já não estão baratas.

O modelo de construção civil tradicional brasileiro, durante muito tempo, foi suficiente para aguentar as variações de temperatura em nosso país tropical. No entanto, com a intensificação do aquecimento global, que agora passa por um processo de ebulição do planeta, tais métodos se tornaram ultrapassados e pouco eficientes — principalmente energeticamente. 

O processo de extração, produção, queima e transporte da argila do tijolo tradicional, por exemplo, é responsável por causar uma série de impactos no meio ambiente, como a perda da qualidade e contaminação do solo, deterioração da qualidade da água e do ar, alteração dos ecossistemas aquáticos e terrestres, são só alguns dos exemplos.

Já os métodos de construção sustentáveis, como o tijolo ecológico, promovem a preservação do meio ambiente, evitando a contaminação de lençóis freáticos, erosões e assoreamento dos rios, não geram resíduos e reduzem as emissões de gases na atmosfera. 

Além disso, este material utiliza compostos certificados e não precisa passar pelo processo de cura e queima, como o tijolo tradicional — preservando de 8 a 12 árvores a cada mil tijolos ecológicos produzidos.

Para Leandro D’Lucca, sócio da incorporadora Alphaz Concept, que agrega as linhas Alphaz Tijolos Ecológicos e Alphaz Technologies, os avanços tecnológicos são fundamentais para a preservação do meio ambiente e, consequentemente, a diminuição das temperaturas do planeta.

“Hoje, a tecnologia e a inovação nos permitem ter qualidade aliada à preservação do meio ambiente e, tudo isso, com mais economia”, afirma o empresário, que adota um estilo de vida bem próximo à natureza.

Para Artur Zaltsman, CEO da construtora Zaltsman e sócio da Alphaz Tech, o cenário atual só reafirma a necessidade da adoção de métodos ecológicos na construção civil. “Com o aumento da temperatura do planeta, a construção sustentável tem que deixar de ser uma tendência, para se tornar a regra”, afirma.

Segundo Leandro, a Alphaz Concept adotou a utilização dos tijolos ecológicos por seu impacto no meio ambiente. “Sua produção reduz em 90% o consumo de água, além de reduzir a utilização de argamassa, ferro e madeira, tornando a obra mais limpa e com menos resíduos”, afirma. 

Vale ressaltar que, o material estrutural não é só eficiente durante o seu processo de desenvolvimento e na construção de uma casa, mas ele oferece uma qualidade de vida mais sustentável para os moradores.

Os tijolos ecológicos e o conforto térmico

Os tijolos ecológicos são conhecidos pela sua eficiência energética e seu isolamento térmico, visto que são projetados para reduzir o consumo de energia, tanto na fase de produção quanto na vida útil do edifício. 

Por ter uma menor condutividade térmica, causada por suas câmaras de ar internas, eles podem manter a temperatura interna do ambiente mais estável, reduzindo a necessidade de sistemas de aquecimento ou refrigeração artificial.

Dessa maneira, edificações construídas com os tijolos ecológicos tendem a ser mais frescas frente a altas temperaturas, amenizando a sensação térmica e oferecendo maior conforto aos moradores.

“Os projetos sustentáveis devem ser planejados considerando desde a origem do material, até o cotidiano naquele ambiente”, explica Artur. “A adoção de algumas tecnologias podem promover para um estilo de vida mais respeitoso com a natureza e, claro, mais econômico para o nosso bolso”, complementa.

Tecnologias que ajudam ao meio ambiente — e à sua conta de luz

Além dos tijolos ecológicos, a Alphaz trabalha com outros tipos de metodologias sustentáveis, desde a reutilização de água, através do biodigestor, e de energia solar, com o uso de placas fotovoltaicas, até produtos para a construção, oferecendo uma obra mais prática, rápida e limpa.

“O biodigestor é uma alternativa fantástica, pois esse processo biológico resulta em três subprodutos fundamentais”, destaca Artur. “O primeiro é a produção do biogás, que pode ser convertido e utilizado como uma fonte de energia; em seguida temos o insumo residual, que pode ser usado como um adubo natural; e, por fim, a água limpa, pós-processo de tratamento, que pode ser reutilizada com segurança”, explica o empresário.

As placas fotovoltaicas, que agora já são mais comuns na construção civil, utilizam a luz solar para obter corrente elétrica, sendo uma excelente aliada para a conta de luz. Um dos diferenciais da Alphaz é a previsão de Sistema de Produção de Energia Fotovoltaico desde a fase projetual de uma construção. Dessa maneira, algumas casas já são entregues com as placas instaladas e funcionando.

“A Alphaz Techonologies entende que para uma construção ser verdadeiramente ecológica, o projeto precisa ser sustentável de ponta a ponta”, ressalta o Artur. “Dessa forma, todos os nossos empreendimentos são equipados com painéis solares fotovoltaicos, sistemas biodigestores para tratamento de esgoto, captadores de água da chuva, compostagem orgânica e lixeiras para coleta seletiva”, diz.

A Alphaz também apresenta uma linha de produtos sustentáveis para construção civil, incluindo argamassa, reboco e tintas que não oferecem riscos para o meio ambiente e nem para o seu aplicador. 

“A nossa argamassa polimérica é vendida em bisnagas, o que torna sua aplicação muito simples e reduz para quase zero o uso de água”, ressalta Leandro. “Além disso, ela dispensa o uso de betoneiras, rendendo até 20 vezes mais com 40% de economia na obra”. 

O sistema dos rebocos prontos é similar, tanto o para regularizar as paredes quanto o de acabamento fino, prometendo uma fácil aplicação, alta durabilidade, dispensa a pintura e promove um canteiro de obras mais limpo e sem desperdícios.

Empreendimentos ecológicos: garantindo eficiência energética e térmica desde o projeto

Com o propósito de impulsionar o movimento de expansão das construções sustentáveis em solo brasileiro, os empresários Leandro D’Lucca e Artur Zaltsman firmaram uma parceria, visando ampliar a adoção de materiais sustentáveis na construção civil. 

“Os materiais sustentáveis, que já estavam no DNA dos imóveis da Alphaz Concept,  passaram a fazer parte das construções da Zaltsman”, destaca Leandro. A proposta da parceria vai além, o objetivo é tornar essas soluções ecológicas acessíveis, tanto no varejo para pessoas que estão reformando suas casas, quanto para grandes empresas da indústria.

Para Artur Zaltsman, a parceria representa uma conexão que compartilha os mesmos propósitos com uma visão de futuro em comum. “Junto com a Alphaz, queremos tornar a realidade de um mundo mais sustentável e consciente cada vez mais próxima”, conclui.

Sobre a Zaltsman

A Zaltsman é uma incorporadora brasileira que chega ao mercado para impactar positivamente o mundo dos empreendimentos imobiliários. 

A empresa nasce trazendo a experiência de sucesso iniciada há três gerações, quando o Dr. Artur Zaltsman fundou a Imobiliária Rony, a primeira de Guaratinguetá (SP), que cresceu em atuação e serviços oferecidos. 

Agora, sob o comando de Artur Zaltsman Neto, a vocação familiar se renova, alinhada com os princípios de construções sustentáveis, excelência nos projetos, designs assinados e localizações exclusivas.

Acesse:

https://gaiaresidence.com.br/ 

https://www.instagram.com/gaia.residence/ 

https://www.instagram.com/zaltsman.empreendimentos/ 

 

Sobre a Alphaz Concept

A Alphaz Concept é uma incorporadora brasileira que executa projetos assinados de arquitetura com responsabilidade ecológica.

A empresa segue as mais modernas tendências de construções ecologicamente viáveis, práticas de custo otimizado e acima de tudo um produto de alto valor agregado que gera rentabilidade para os proprietários.

Os empreendimentos da Alphaz Concept são equipados com soluções sustentáveis como painéis solares fotovoltaicos, sistemas biodigestores para tratamento de esgoto, captadores de água da chuva, compostagem orgânica e lixeiras para coleta seletiva.

A Alphaz Concept também possui o diferencial de atuar com parceiros técnicos de renome, como o arquiteto Sérgio Fischer. E embaixadores engajados com a causa ambiental, como as atrizes Deborah Secco e Cleo.

Atualmente a Alphaz Concept desenvolve projetos nas regiões Sul do estado de Minas Gerais, Vale do Paraíba, Bahia, Pipa (RN), Litoral Norte de São Paulo (Ubatuba e Ilha Bela), Punta del Este, no Uruguai, e Costa Rica.

Compartilhar isto:

portalentorno

    O seu portal de notícias e entretenimento! Não utilizamos leis de incentivo ou qualquer forma de financiamento com dinheiro público. Para informar qualquer erro ou sugestões para o nosso portal, por favor entre em contato conosco através do email portalentornodf@gmail.com