Suspeita de racismo contra Títi e Bless foi liberada, diz jornal português

De acordo com a informação recolhida pelo jornal Potugues o PUBLICO, junto da Divisão de Comunicação e Relações Públicas desta autoridade, a mulher estava alcoolizada no momento da detenção e já foi entretanto libertada. Confirma-se ainda a existência de testemunhas que atestam os insultos denunciados pelo casal de atores.

Suspeita estava alcoolizada e injuriou operacionais da GNR. Mulher foi entretanto libertada e atores já anunciaram que vão apresentar queixa formal.

A mulher suspeita de ter proferido insultos racistas contra os filhos menores dos actores brasileiros Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso foi detida este sábado na Costa da Caparica, depois de ter injuriado os operacionais da GNR que tomaram conta da ocorrência.

De acordo com a informação recolhida pelo PÚBLICO junto da Divisão de Comunicação e Relações Públicas desta autoridade, a mulher estava alcoolizada no momento da detenção e já foi entretanto libertada. Confirma-se ainda a existência de testemunhas que atestam os insultos denunciados pelo casal de atores.

O caso ocorreu no Clássico Beach Club, na Costa da Caparica. Os atores já adiantaram, através de um comunicado, que vão apresentar uma queixa formal contra a mulher.

Nota da Assessoria de Imprensa de Giovanna Ebank

Num vídeo amplamente divulgado nas redes sociais, a atriz Giovanna Ewbank é vista a confrontar a mulher após o alegado incidente, que ocorreu na Praia de São João.

A assessoria do casal confirmou posteriormente o incidente, alegando que a mulher insultou não só os atores mas também uma família de turistas angolanos que estavam no local.

 O caso está a ter considerável repercussão no Brasil, onde Giovanna Ewbank é uma popular influenciadora com milhões de seguidores em plataformas como o Instagram, o TikTok e o YouTube.

FONTE: Jornal Português publico.pt

Compartilhar isto:

portalentorno

    O seu portal de notícias e entretenimento! Não utilizamos leis de incentivo ou qualquer forma de financiamento com dinheiro público. Para informar qualquer erro ou sugestões para o nosso portal, por favor entre em contato conosco através do email [email protected]