PM PROTESTA, É BALEADO PELO BOPE E MORRE NO FAROL DA BARRA

PM PROTESTA, É BALEADO E MORRE

PM PROTESTA, É BALEADO PELO BOPE E MORRE NO FAROL DA BARRA

Após negociação desastrosa, PM é morto na bahia.

Wesley Soares Góes, da 72ª Companhia Independente da PM, em Itacaré, faleceu às 22h45min deste domingo (28) no Hospital Geral do Estado, em Salvador(BA). 

Wesley estava noivo e a família disse que ele nunca apresentou surtos.

De acordo com o portal Bahia Notícias, o soldado dirigiu de Itacaré até Salvador, onde ocupou a região do Farol da Barra e chegou a dizer: “Seus filhos estão presenciando sua covardia, policiais militares do estado da Bahia”.

“Não deixarei que a dignidade e a honra do trabalhador sejam violadas” disse Wesley

Depois de mais de 3 horas e meia de negociação, com o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Wesley foi atingido em pelo menos, três partes do corpo, incluindo perna e abdômem. 

“Não entrei na PM para prender pai de família”, disse soldado Wesley
Wesley Soares Goés
PM morto após protestar

Nenhum integrante do BOPE foi baleado.

O soldado foi intubado, e morreu quase quatro horas depois de dar entrada no HGE.

AMIGOS DE FARDA FAZEM PROTESTO

Um grupo de mais de 50 policiais militares e civis fazia protesto contra a atuação do Bope na porta do Hospital onde se ouviu gritos de PMs convocando paralisação das forças de segurança.

Nenhuma das associações de soldados e de oficiais oficializou até o momento a paralização dos serviços.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) afirmou que o PM teve um “surto”. Wesley protestava em defesa dos trabalhadores que estão sem poder trabalhar e deu tiros para cima. Ele era solteiro e trabalhava na 72ª CIPM há pelo menos quatro anos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) o policial foi baleado após disparar com fuzil contra guarnições do Batalhão de Operações Policiais Especiais e terminou neutralizado.

Gostou das nossas publicações? Então, siga nossas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram Telegram

Compartilhar isto:

portalentorno

    O seu portal de notícias e entretenimento! Não utilizamos leis de incentivo ou qualquer forma de financiamento com dinheiro público. Para informar qualquer erro ou sugestões para o nosso portal, por favor entre em contato conosco através do email [email protected]