A "saúde pública" não pode ser um eufemismo para justificar as novas e sofisticadas formas de poder totalitário, em nível global. Os países do mundo não podem abrir mão de suas soberanias nacionais para anuírem a uma "governança global" que quer impor falsas soluções, para um controle desmedido de tudo e todos, com o possante aparato tecnológico, conforme prevê a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU)3.

Médicos pela Vida: Os países do mundo não podem abrir mão de suas soberanias nacionais

"A "saúde pública" não pode ser um eufemismo para justificar as novas e sofisticadas formas de poder totalitário, em nível global. Os países do mundo não podem abrir mão de suas soberanias nacionais para anuírem a uma "governança global" que quer impor falsas soluções, para um controle desmedido de tudo e todos, com o possante aparato tecnológico, conforme prevê a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU)3." trecho da carta enviada pelo grupo.

Um grupo de entidades brasileiras está encaminhando uma Carta ao Presidente da República, na qual faz reivindicações, sobretudo, de natureza médica, visando encerrar o viés político dado às formas de tratamento da pandemia da Covid-19.

A discussão pública (e determinados posicionamentos) extrapolam os limites da saúde. É preciso evitar isso. Lutamos para que esse debate esteja fundamentado apenas no atendimento médico, no diagnóstico do quadro clínico, nas evidências, na prescrição eficaz para a reversão do quadro dos pacientes. No respeito aos direitos e garantias constitucionais.

A íntegra da carta ao Presidente está no link medicospelavidacovid19.com.br/abaixo-assinado

Todos os cidadãos precisam assinar essa Manifestação pela Vida. Há um direito à espera da sua assinatura.

Leia atentamente e divulgue. Junte-se a nós.

Viva a vida!

Compartilhar isto:

portalentorno

    O seu portal de notícias e entretenimento! Não utilizamos leis de incentivo ou qualquer forma de financiamento com dinheiro público. Para informar qualquer erro ou sugestões para o nosso portal, por favor entre em contato conosco através do email [email protected]